6 maiores problemas no contas a receber

Sabemos que a área de contas a receber de uma organização é muito importante para a saúde financeira da empresa como um todo. Eles possuem grandes responsabilidades e tem uma rotina muito atribulada. Por isso, neste artigo vamos trazer para você quais são os 6 maiores problemas no contas a receber! 



O que é contas a receber?

Podemos dizer que contas a receber são os valores que uma empresa tem para receber de seus clientes. Nesses valores entram os benefícios futuros que a empresa acordou com o cliente, tais como: notas promissórias e títulos de créditos.

E a área de contas a receber é responsável pelo processamento das contas e pagamentos recebidos pelos clientes, dentro das conformidades legais e atendendo aos procedimentos financeiros dela. 

Qual a importância para a empresa?

Contas a receber tem uma grande importância dentro da empresa, pois eles têm a responsabilidade de garantir que não haja atraso de pagamentos dos clientes e que a inadimplência seja a menor possível. Tudo isso sem desgastar o relacionamento com a carteira de clientes. 

Uma boa gestão das contas a receber é primordial para que o planejamento financeiro de curto prazo seja mantido e a saúde financeira da empresa não sofra tanto impacto. Pois, com isso, a empresa consegue manter um bom capital de giro para poder cumprir as suas obrigações financeiras, como por exemplo pagamento de fornecedores e despesas em geral. 

Conheça os 6 maiores problemas no contas a receber:

Sabemos que existem problemas na área de contas a receber! E sabemos que eles podem trazer grandes impactos para a operação, reduzindo a produtividade e aumentando o retrabalho. Listei aqui os 6 principais problemas no contas a receber. Vamos conhecer quais são? 

1.Problemas de comunicação (falta de informações)

Não é novidade para ninguém que uma boa comunicação é fundamental para que as coisas fluam de maneira mais eficiente. E, quando temos algum problema relacionado a esse tema, podemos haver muitos impactos negativos para a operação.

Um bom exemplo de problema de comunicação, onde não há informações suficientes é o de cadastro de clientes. Você deve estar se perguntando como isso impacta contas a receber, acertei? Veja só, quando existe a falta de alguma informação no processo de cadastro do cliente ou quando as informações não vêm de forma padronizada, o cadastro fica incompleto. Ou até mesmo é trancado pela área responsável. Qual é o resultado disso? A venda é barrada, impactando todos os envolvidos no processo!

Além disso, a falta de alguma informação de contato pode atrapalhar a comunicação de negociações de prazos, cobranças e liberações de crédito. Onerando a parte operacional de contas a receber, gerando retrabalho e queda de produtividade.

2.Atrasos e inadimplência

Infelizmente atrasos e inadimplência são problemas bastante frequentes em contas a receber, que se não forem bem alinhados e resolvidos, podem gerar um grande impacto financeiro na empresa e ainda por cima desgastar a relação com os clientes.

No Brasil a inadimplência atingiu um nível recorde, considerando os últimos 12 anos. Estima-se que as dívidas em atraso no país chegam a mais de 28%. Muito se deve a inflação e ao cenário econômico atual, onde ainda existem muitos resquícios da pandemia do Covid-19. 

3.Falta de controle com os prazos de pagamento

Quando a área de contas a receber não tem um bom controle nos prazos de pagamento isso pode impactar diretamente na saúde financeira da empresa, pois o capital de giro fica reduzido. Por isso é muito importante que exista uma boa visibilidade dos prazos acordados e de quando os valores devem ser recebidos. 

Um bom monitoramento faz com que o risco de perder algum prazo seja reduzido!

4.Processo desorganizado

Um processo de cobrança de clientes desorganizado pode ser um enorme problema para empresa! Sabe por quê? Pois pode gerar impactos negativos tanto para os funcionários da empresa (olhando pelo aspecto operacional) quanto para os clientes (visando a experiência do cliente), de forma geral. 

Veja um exemplo: quando o cliente está com algum tipo de bloqueio financeiro, precisa realizar a compra e essa informação não está no processo. A área de vendas não tendo acesso à essa informação, começa o processo de venda e quando vai finalizar, o pagamento está bloqueado.  

5.Controles exclusivos por planilhas

Sabemos que muitas empresas ainda realizam seus controles de informações por planilhas e isso inclui a área de contas a receber. Isso pode se tornar um grande problema, pois as informações podem se perder, ficar desatualizadas e o processo também fica mais suscetível ao erro humano. 

É importante que as informações não fiquem centralizadas em um documento que seja tão passível de erros, pois isso pode trazer grandes impactos negativos ao negócio. Você já imaginou esquecer de colocar algum cliente nesta planilha e não computar os valores que eles devem? O fluxo de caixa ficará errado e as informações não serão assertivas! 

6.Demandas de vendas chegando por e-mail, telefone, WhatsApp, sinal de fumaça… e tudo é urgente!

Atualmente existem inúmeros meios de comunicação que tornam os nossos dias mais fáceis, dinâmicos e com a comunicação mais fluida. Porém eles nem sempre nos ajudam quando o assunto é organização de processos e atividades corporativas! 

Recebermos demandas por diferentes meios torna as atividades mais confusas e desorganizadas, aumentando a chance de erro. E isso não é diferente para contas a receber, pois quanto mais demandas a área receber por meios “informais”, maior será a chance de esquecer de realizar uma cobrança ou de emitir um boleto, por exemplo. 

É preciso ficar atento…

Como você viu neste artigo, contas a receber é uma área de extrema importância para as empresas! Por isso, é imprescindível que se fique atento aos problemas que podem ocorrer para criar um plano de ação que consiga diminuí-los ou até eliminá-los. 

E, se você quiser saber um pouco mais sobre como reduzir a inadimplência nesta área, sugiro a leitura deste artigo:

Espero que tenham gostado, até breve!

Stories

Mais de Low Code

mulher apontando para o assunto do post: a diferença entre low-code e no-code

Low-code e No-code: quais são as principais diferenças e vantagens

Primeiramente, com o crescente desenvolvimento da tecnologia na atualidade, podemos perceber o surgimento de aplicações cada vez mais eficientes. Essas aplicações, além de tornar as atividades de TI mais enxutas, permitem que outras pessoas também utilizem dessas tecnologias. Um exemplo a citar disso são as plataformas Low-Code e No-Code. No entanto, apesar de serem conceitos bastante…

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Recentemente, aqui no blog, a Bruna escreveu um texto fantástico sobre quem utiliza low-code para criar softwares. Esse texto dela fala que todo mundo pode criar um software, que todo mundo é um criador! Então, baseado nisso, eu vim aqui para contar a minha experiência de como utilizar o low-code! Para mostrar que realmente, todo…

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Já sabemos que o BPM (Business Process Management – Gerenciamento de Processos de Negócios) é uma prática mundialmente adotada por organizações, de todos os tamanhos. E muitas ferramentas utilizam tecnologia para pôr isso em prática. Ou seja, utilizam ferramentas que permitem a modelagem dos processos de negócio da empresa. Dito isso, neste post vou compartilhar…

Porque Zeev é low-code

Por que Zeev é low-code?

Este texto é para explicar por que o Zeev é low-code. Vou contar para você isto e trazer também um exemplo de como ele funciona na prática! E como ele pode facilitar a sua rotina de trabalho e a da sua empresa.  O Low-code Sabemos que existem dois tipos de plataformas que vem ganhando cada…

Artigos Similares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Blockchain: o que é e como funciona essa tecnologia? 5 plataformas Low-Code que vão revolucionar sua empresa