o que é CSC centro de serviços compartilhados

O que é um CSC?

As empresas possuem diferentes áreas e processos que precisam ser gerenciados com assertividade e integração, principalmente frente à quantidade de informações geradas com a transformação digital e sistemas utilizados hoje em dia. Para você entender melhor como fazer isso de forma estratégica, preparamos esse conteúdo explicando o que é o CSC e como esse modelo de negócio ajuda a superar os desafios do mercado, se tornar mais competitivo e alcançar um crescimento saudável, confira abaixo!



O que é CSC?

CSC, ou Centro de Serviços Compartilhados, é uma maneira de centralizar a inteligência de informações de um negócio, contribuindo para a otimização de processos internos, reduzindo o mau uso de recursos e otimizando as atividades de suas diversas áreas.

Essa estrutura de gestão integrada é cada vez mais buscada pelas empresas com a abundância de dados gerados com a transformação digital, cada vez mais presentes no cotidiano das organizações.

A estrutura de um CSC inclui ou pode incluir diversas áreas como recursos humanos, financeiro, engenharia, administrativo e até logística. Com as atividades centralizadas em um mesmo espaço e/ou ferramenta, o CSC garante que a execução de processos e tarefas seja feita de forma mais organizada.

Assim, objetivos são mais fáceis de serem alcançados, estratégias são desenhadas com mais facilidade e os processos são executados com mais eficiência operacional, tudo sem interferir na autonomia individual de cada área e ainda reduzindo riscos e custos.

Um Centro de Serviços Compartilhados pode ser estruturado utilizando ferramentas de gestão que facilitem essa integração, desde que sejam adaptáveis e personalizáveis conforme as demandas e áreas de cada empresa, garantindo uma integração completa de todo o negócio.

Principais benefícios de um Centro de Serviços Compartilhados

Confira abaixo mais dos principais benefícios que o CSC traz para as organizações que o utiliza!

Processos padronizados

Com o CSC, é possível garantir que seus processos sejam padronizados, o que evita diferentes tipos de problemas (atrasos, retrabalho, baixa eficiência, baixa produtividade) e resulta em uma empresa mais assertiva em tudo que desenvolve, ganhando credibilidade no mercado e gerando mais valor para a marca.

Com mais direcionamentos, os erros diminuem e é possível alcançar uma qualidade maior nos processos, também resultando diretamente nos níveis de satisfação dos clientes finais.

Custos reduzidos

Gerenciar os custos de forma otimizada é uma das preocupações de todas as empresas, e como o CSC contribui na otimização de processos, repetições, perdas e erros são minimizados, impactando diretamente nos gastos desnecessários que poderiam ocorrer.

Decisões mais assertivas em todas as áreas com CSC

O modelo de CSC permite a consulta de todas as informações e dados necessários para decidir qual a melhor solução para problemas que seu negócio pode enfrentar.

Com dados concretos em mãos, organizados e interpretados corretamente, as decisões de negócio, independente de qual área estamos falando, são feitas com muito mais assertividade, o que resulta em um crescimento saudável e funcional.

Mais produtividade

Com todos os benefícios acima aplicados, o CSC consegue realizar uma operação mais fluída e altamente analítica. Isso impacta na organização como um todo, permitindo que todas as áreas executem suas funções com muito mais produtividade.

Com tudo isso, fica muito mais fácil realizar uma gestão focada no crescimento, aproveitando todas as oportunidades disponíveis!

Para muitas empresas, principalmente grandes organizações, implantar um CSC pode ser a solução de muitos problemas de eficiência. Esse é seu caso? Se sim, descubra como implantar um CSC na sua organização.

Stories

Mais de Low Code

mulher apontando para o assunto do post: a diferença entre low-code e no-code

Low-code e No-code: quais são as principais diferenças e vantagens

Primeiramente, com o crescente desenvolvimento da tecnologia na atualidade, podemos perceber o surgimento de aplicações cada vez mais eficientes. Essas aplicações, além de tornar as atividades de TI mais enxutas, permitem que outras pessoas também utilizem dessas tecnologias. Um exemplo a citar disso são as plataformas Low-Code e No-Code. No entanto, apesar de serem conceitos bastante…

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Recentemente, aqui no blog, a Bruna escreveu um texto fantástico sobre quem utiliza low-code para criar softwares. Esse texto dela fala que todo mundo pode criar um software, que todo mundo é um criador! Então, baseado nisso, eu vim aqui para contar a minha experiência de como utilizar o low-code! Para mostrar que realmente, todo…

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Já sabemos que o BPM (Business Process Management – Gerenciamento de Processos de Negócios) é uma prática mundialmente adotada por organizações, de todos os tamanhos. E muitas ferramentas utilizam tecnologia para pôr isso em prática. Ou seja, utilizam ferramentas que permitem a modelagem dos processos de negócio da empresa. Dito isso, neste post vou compartilhar…

Porque Zeev é low-code

Por que Zeev é low-code?

Este texto é para explicar por que o Zeev é low-code. Vou contar para você isto e trazer também um exemplo de como ele funciona na prática! E como ele pode facilitar a sua rotina de trabalho e a da sua empresa.  O Low-code Sabemos que existem dois tipos de plataformas que vem ganhando cada…

Artigos Similares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Blockchain: o que é e como funciona essa tecnologia? 5 plataformas Low-Code que vão revolucionar sua empresa