o que é metodologia ágil?

Metodologia ágil: saiba o que é e quais são as mais utilizadas

Metodologia ágil é um conjunto de técnicas para o desenvolvimento de projetos de qualquer natureza que exijam rápida adaptação a possíveis mudanças nos projetos ou setores e muita flexibilidade. Diferentemente dos métodos tradicionais, as metodologias ágeis entregam agilidade para a execução de projetos, gerando muito mais valor para a gestão.



O que é metodologia ágil?

Por definição, metodologias ágeis são aquelas que permitem adaptar a forma de trabalhar às condições do projeto, conseguindo flexibilidade e rapidez na resposta para adaptar o projeto e seu desenvolvimento às circunstâncias específicas do ambiente. Tornando os processos mais simples, flexíveis, iterativos e dinâmicos.

Desta forma, o tempo de trabalho de toda a equipe é otimizado e permite que os seus membros se especializem naquilo que sabem fazer de melhor. Além disso, se uma mudança precisa ser feita, ela será feita apenas na parte afetada e não em todo o projeto. 

Quais as diferenças entre a metodologia ágil e a tradicional?

Flexibilidade no projeto

Quando se trata de fazer alterações no produto ou em um processo, a metodologia ágil é muito mais flexível do que a metodologia tradicional ou em cascata. À medida que trabalham, se os membros da equipe identificarem a necessidade de experimentar ou tentar algo diferente do planejado, o ágil facilita isso. O melhor dessa metodologia é que ela foca mais no produto do que em seguir uma estrutura rígida. 

Ao contrário da abordagem tradicional, a metodologia ágil não é linear ou segue uma abordagem top-down. Portanto, quaisquer alterações de última hora podem ser introduzidas no processo sem afetar o resultado final e atrapalhar o cronograma do projeto.

Transparência

Na metodologia ágil, tudo corre de forma transparente. Clientes e tomadores de decisão estão ativamente envolvidos desde o início, planejamento, revisão e teste de um produto. Considerando que na abordagem tradicional, o gerente de projeto detém as rédeas do projeto, de modo que as principais decisões não podem ser tomadas por outros. 

A metodologia ágil torna mais fácil para os membros da equipe verem o progresso do início ao fim. Este nível de transparência desempenha um papel importante na criação de um ambiente de trabalho saudável. 

Propriedade e responsabilidade

Uma das diferenças notáveis ​​em ambas as abordagens de gerenciamento de projetos é o nível de propriedade e responsabilidade que cada uma dá aos membros da equipe. No gerenciamento de projetos tradicional, um gerente de projeto é o capitão do navio, o que significa que tudo pertence a ele. Os clientes também são envolvidos durante a fase de planejamento, mas seu envolvimento termina aí, assim que a execução do projeto começa. 

Na metodologia ágil, cada membro da equipe compartilha a propriedade do projeto. Cada um deles desempenha um papel ativo na conclusão do sprint dentro do tempo estimado. Ao contrário do gerenciamento de projetos tradicional, todos os envolvidos no projeto podem ver facilmente o progresso do início ao fim. 

Adaptabilidade a mudanças

Na abordagem tradicional, cada processo é claramente definido e planejado desde o início do projeto. O projeto deve ser concluído dentro do prazo e orçamento estimados. Portanto, quaisquer grandes alterações ou comentários que possam mudar o prazo são ignorados. Já na gestão ágil é utilizado o feedback constante, isso nos ajuda a alcançar um melhor resultado. Pois frequentemente estaremos alinhando o desenvolvimento do projeto à entrega final.

A metodologia ágil está muito difundida e tem grande aceitação, tornou-se a primeira escolha para muitos gerentes de projeto, pois eles podem responder às solicitações dos clientes à medida que validam cada iteração, o que lhes permite entregar um produto ou serviço de alta qualidade dentro do prazo. 

Quais são os benefícios da metodologia ágil?

As empresas que optam pela metodologia ágil gerenciam seus projetos de forma flexível, autônoma e eficaz, reduzindo custos e aumentando a produtividade. Além disso, é importante entender que o manifesto ágil nasceu para privilegiar a interação nos processos e facilitar a colaboração com o cliente diante da necessidade de mudanças durante a montagem do projeto. 

5 motivos para você optar pelo ágil

  1. Entregas rápidas e contínuas: Um dos aspectos mais importantes das metodologias ágeis é que sua principal característica é fazer entregas rápidas e contínuas de produtos ou serviços. 
  2. Conceber o projeto em partes homogêneas: A capacidade de “dividir” o projeto em partes capazes de se adaptarem em tempo real, complementando-se e resolvendo-se em pouco tempo, ajuda a garantir que, caso seja necessário fazer alguma modificação, as alterações sejam feitas apenas na parte envolvida e em um tempo curto. 
  3. Trabalho colaborativo: Além dos benefícios nos processos, também proporciona incentivo ao trabalho multidisciplinar, autonomia e transparência. Como todas as partes buscam um objetivo comum e trabalham com fluidez e flexibilidade, isso permite que as equipes alcancem resultados mais eficazes. 
  4. Preveja resultados e minimize riscos: Graças às revisões contínuas e a adaptação à mudança, permite uma visão preditiva do resultado e isso, ao descartar, minimiza os riscos de cometer erros imutáveis. 
  5. O cliente é um membro da equipe: É claro que, graças a um relacionamento fluido com os clientes e ao trabalho multidisciplinar, são alcançados resultados realmente satisfatórios, o que faz com que o cliente se torne mais um membro da equipe, gerando projetos eficientes e, portanto, uma ótima experiência para os clientes. 

3 Principais metodologias ágeis

Bom, imagino que você já esteja curioso para saber quais são as metodologias ágeis mais utilizadas por aí, não é mesmo? Por isso, separei 3 delas para te mostrar.

Scrum

O Scrum é um dos métodos ágeis que melhora a gestão de diversos tipos de projetos. É também um dos mais complexos e flexíveis e é baseado em processos de controle empíricos. Isso significa que as decisões são tomadas com base em informações e experiências existentes. Claro, tem dois tipos de abordagem: 

  • Iterativo: Em cada sprint, é gerada uma nova versão do produto que melhora a versão do sprint anterior. Trata-se de refinar e melhorar as propriedades do produto à medida que o projeto avança. 
  • Incremental: em cada curto período de tempo, novos recursos são adicionados ao produto. 

Relativamente aos diferentes elementos que compõem a metodologia, distinguimos os tempos atribuídos, a definição de feito, o ciclo Scrum, os produtos e os diferentes tipos de reuniões. Tudo isso baseado em seus pilares básicos e valores fundamentais. 

Por outro lado, em um projeto ágil sob a metodologia Scrum, três papéis são distinguidos: Product Owner (PO), Scrum Master e a equipe de desenvolvimento. O PO vai gerenciar o time em busca de garantir os melhores resultados a cada sprint, até completar o backlog.

Kanban

Essa metodologia consiste em organizar o trabalho diário com base em um painel de tarefas. Não propõe mudanças nas práticas de engenharia ou uma nova definição de processo ou estilo de trabalho. Em vez disso, o Kanban foi projetado para evitar a superprodução e garantir que os componentes ou tarefas sejam passados ​​de um thread para o próximo na ordem correta. 

Lean

É considerada tanto uma metodologia de trabalho quanto uma filosofia focada em maximizar o valor para o cliente e minimizar o desperdício. Isso traduzido em processos de fabricação “puxados” consiste em produzir apenas o necessário e no momento certo. A metodologia é oriunda do Sistema Toyota de Produção, você já deve ter ouvido falar… E originalmente vem do conceito de Lean Manufacturing, ou manufatura enxuta. 

Nesse contexto, podemos dizer que o Lean consiste em estender a metodologia para o projetos de desenvolvimento de produtos e serviços. Os princípios são os mesmos da filosofia Lean. No entanto, ele destaca todas as atividades que agregam valor ao negócio, eliminando aquelas que não agregam. 

metodologias ágeis no manifesto ágil

A ideia é validar continuamente cada aprendizado, experimentando novas ideias no negócio real e iterando nesse estilo de operação. 

Deve-se notar que no caso das metodologias ágeis, nem sempre é necessário optar por uma ou outra, mas sim podem ser combinadas entre si. Pense que o objetivo final é maximizar o valor do resultado do projeto, evitar tarefas que não agregam valor, gerar o mínimo de desperdício possível e melhorar continuamente. E você? Você está pronto para se especializar nas metodologias que estão revolucionando a transformação digital das empresas?

Manifesto ágil foi criado por uma equipe de TI 

Isso mesmo, o manifesto ágil foi criado por um grupo de programadores no ano de 2011 com o intuito de criar uma ferramenta que apoiasse a gestão e a construção de softwares de forma rápida.

Eles estavam sobrecarregados e viam o quanto era moroso o método tradicional de desenvolvimento de softwares. Além disso, os erros eram infinitos e os clientes não recebiam o que queriam de verdade. Então, eles resolveram mudar. Acabaram com a burocracia e criaram uma nova forma de trabalhar, visando agilidade, flexibilidade e dinâmica nas entregas. O manifesto ágil.

O método ágil contém várias abordagens para o desenvolvimento de produtos e serviços voltados à tecnologia. Mas, o ágil já ultrapassou as barreiras da TI e vem conquistando outras áreas. O ágil pode ser muito bem aplicado em qualquer processo de criação de um produto ou serviço. Oferecendo tantos benefícios quanto para a TI.

Além de oferecer agilidade, redução de custos e tempo, a metodologia ágil integra times e promove o trabalho colaborativo, melhorando até a rotina da equipe.

Para finalizar…

Ao optar pela metodologia ágil você tem alta qualidade, maior produtividade, melhor valor comercial, custos mais baixos e velocidade para atender o mercado. Além disso, considerando a natureza dinâmica das empresas nos dias de hoje, onde as mudanças ocorrem constantemente, seguir uma metodologia ágil será uma opção muito boa a considerar.

Aproveite para descobrir qual é o diferencial das empresas que utilizam metodologias ágeis.

Espero que tenham gostado do blogpost de hoje, até o próximo!

Stories

Mais de Low Code

mulher apontando para o assunto do post: a diferença entre low-code e no-code

Low-code e No-code: quais são as principais diferenças e vantagens

Primeiramente, com o crescente desenvolvimento da tecnologia na atualidade, podemos perceber o surgimento de aplicações cada vez mais eficientes. Essas aplicações, além de tornar as atividades de TI mais enxutas, permitem que outras pessoas também utilizem dessas tecnologias. Um exemplo a citar disso são as plataformas Low-Code e No-Code. No entanto, apesar de serem conceitos bastante…

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Recentemente, aqui no blog, a Bruna escreveu um texto fantástico sobre quem utiliza low-code para criar softwares. Esse texto dela fala que todo mundo pode criar um software, que todo mundo é um criador! Então, baseado nisso, eu vim aqui para contar a minha experiência de como utilizar o low-code! Para mostrar que realmente, todo…

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Já sabemos que o BPM (Business Process Management – Gerenciamento de Processos de Negócios) é uma prática mundialmente adotada por organizações, de todos os tamanhos. E muitas ferramentas utilizam tecnologia para pôr isso em prática. Ou seja, utilizam ferramentas que permitem a modelagem dos processos de negócio da empresa. Dito isso, neste post vou compartilhar…

Porque Zeev é low-code

Por que Zeev é low-code?

Este texto é para explicar por que o Zeev é low-code. Vou contar para você isto e trazer também um exemplo de como ele funciona na prática! E como ele pode facilitar a sua rotina de trabalho e a da sua empresa.  O Low-code Sabemos que existem dois tipos de plataformas que vem ganhando cada…

Artigos Similares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Blockchain: o que é e como funciona essa tecnologia? 5 plataformas Low-Code que vão revolucionar sua empresa