[banner] Gestão de processos de RH e ponto digital

Gestão de processos de RH e ponto digital: como aplicar as melhores estratégias?

Toda empresa que busca bons resultados necessita de uma gestão de processos de RH. Isto é, os profissionais de Gente e Gestão possuem um papel importante quando o assunto é recrutamento, seleção, desenvolvimento e engajamento de funcionários. 

Afinal, é função dessa equipe estruturar e gerenciar a organização da empresa de forma estratégica, para que cada setor exerça suas atividades com excelência e determinação. 

Se você quer saber como aplicar as melhores estratégias nos Recursos Humanos, fique com a gente nesse artigo! 

O que são processos de RH?

Os processos de RH nada mais são que um conjunto de ações que devem ser tomadas em busca de regularizar determinada tarefa cotidiana do time de RH. Eles são importantes pois eles facilitam a comunicação entre a equipe de Gestão de Pessoas com o restante da corporação. 



Além disso, outra vantagem gerada pela adoção desses métodos é a ajuda prestada aos gestores com questões de resolução de problemas, feedbacks, entre outras respostas.

Entre os principais benefícios em se aplicar estratégias em gestão de processos de RH, estão:

  • Facilitar o uso dos processos;
  • Reduzir possíveis erros;
  • Aumentar a velocidade de resposta.

Como estruturar processos de RH?

Antes de entender a melhor forma de estruturá-los, é preciso saber como mapeá-los devidamente. 

Em outras palavras, é preciso ter uma visão macro para observar todos os pontos que formam a unidade de um negócio, a fim de apontar possíveis problemas e propor caminhos para resolvê-los. 

Como mapear processos em RH?

É importante seguir o seguinte passo a passo para mapear o seu negócio. Veja quais são os três principais pontos para fazer isso: 

  1. Faça uma análise do seu processo atual: é importante mapear os processos atuais para que seja possível identificar os pontos negativos e positivos, e, assim, elaborar os próximos de forma mais estratégica.
  2. Determinar os objetivos com base em estratégias: determinar objetivos estratégicos é benefício em diversos aspectos, pois além de possibilitar processos mais eficientes, ele ainda evita que erros sejam cometidos.
  3. Fazer uma coleta de informações: os passos anteriores só podem acontecer graças a esse. Afinal, ele é uma preparação para a análise. Logo, fazer uma coleta de informações requer atenção, visão estratégica e cuidado para que nada passe despercebido. 

Agora que você já sabe como fazer o mapeamento, é hora de entender como aplicá-lo à gestão de processos de RH. Para isso, vamos entender quais são os principais processos de RH. Confira!

Quais são os processos de RH?

Para entender como otimizar e realizar a melhor gestão de processos de RH, precisamos conhecer quais são os principais deles. Assim, é possível saber quais são as melhores estratégias dentro de cada função dessa equipe. 

Afinal, em um setor tão atarefado como o RH, é preciso contar com mecanismos que realizam tarefas operacionais e dão tempo para que o time pense de forma estratégica. Exemplo disso são as ferramentas de controle de ponto digital, que têm sido adotadas cada vez mais pelas empresas em busca de otimizar esse processo. 

Ao contrário do que é de conhecimento geral, o setor de Recursos Humanos atua em diferentes áreas, indo além das etapas de recrutamento e seleção. É o objetivo desse time manter todos os colaboradores de uma empresa satisfeitos, integrados e em desenvolvimento. Isso só acontece graças a uma soma de procedimentos.

Segundo o estudioso Idalberto Chiavenato, a área de RH envolve em média 6 processos essenciais para o gerenciamento da gestão de pessoas. Confira quais são eles!

1. Provisão

Está associado diretamente à área de recrutamento e seleção. Afinal, é no momento de escolher um novo profissional para a equipe e trazê-lo para a empresa que são providas as assistências necessárias para a integração de uma nova pessoa. 

Por esse motivo, é importante investir nessa etapa, realizando testes e análises eficazes de perfil e das competências do candidato. Isso porque, quando o profissional se sente confortável e disposto desde o onboarding, é comum que ele apresente resultados melhores. 

2. Aplicação

A aplicação são todas as etapas que envolvem orientação, desempenho e a mobilidade interna de cargos. Isto é, ela abrange a adoção de estratégias voltadas para o desempenho da empresa de uma forma geral. 

Nesta etapa, é muito importante que o RH trabalhe um bom relacionamento com os demais funcionários, a fim de exercer o papel pretendido: o de porta-voz dos liderados entre os líderes. 

3. Remuneração

Este é bastante associado ao trabalho dos profissionais de RH. Afinal, esse setor também é conhecido por cuidar do trabalhador e de seus benefícios, direitos e remuneração. 

Uma boa remuneração está ligada diretamente à motivação no trabalho. Ou seja, quando a empresa valoriza devidamente seu colaborador – por meio do salário e dos benefícios, ele se sente mais motivado e, consequentemente, esse talento é retido por mais tempo.

4. Desenvolvimento

Por meio dos treinamentos corporativos, a empresa busca capacitar e qualificar sua mão de obra. Isso porque, segundo o IPEA, a geração de empregos vem crescendo no Brasil, mas a mão de obra qualificada não acompanha esse número. 

Por esse motivo, as corporações têm investido no desenvolvimento interno de seus colaboradores. Além de enriquecer o currículo dos funcionários, é uma forma de investir em seu próprio crescimento, também.

5. Manutenção

A manutenção é a etapa que cuida da qualidade de vida no trabalho. Ou seja, ela vai desde os pontos primordiais como a higiene, segurança, passando por tudo que envolve as relações trabalhistas.

Aqui, fica evidente também o papel social do RH na prevenção de doenças e no zelo pela saúde de seus colaboradores em todos os níveis. 

6. Monitoração

Por fim, cabe também à equipe de Gestão de Pessoas monitorar todas as informações, dados, frequência e produtividade dos colaboradores. 

Esse processo é essencial para uma empresa, pois ele colabora para uma tomada de decisão mais efetiva por parte das lideranças. Afinal, só a partir de uma análise de dados eficiente é que é possível pensar em procedimentos de gestão mais adequados.

Agora que você já sabe quais são as melhores estratégias de gestão de processos de RH, é hora de colocá-las em prática! Esperamos que o conteúdo tenha ajudado. Até a próxima!

Texto produzido pelo parceiro Genyo – Gestão Inteligente

Artigos Similares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Entendido