dicas de como reduzir custos operacionais com a ti

Como reduzir custos operacionais com TI?

Reduzir custos operacionais utilizando a TI parece ser um desafio, mas existem algumas maneiras de alcançar esse objetivo. E os resultados podem ser um sucesso. Veja só, uma das principais estratégias é aumentar a eficiência através da automação de tarefas repetitivas e do gerenciamento eficaz dos recursos de TI. Outra maneira é reduzindo ou otimizando o uso de recursos, como armazenamento de dados e servidores.



Um estudo feito pela The Conference Board mostra que a produtividade dos brasileiros atinge um nível de apenas 25% da média dos americanos. Porém, o motivo não é a falta de qualificação ou o perfil individual. É a divergência entre as tecnologias utilizadas nos dois países. A falta de maturidade de processos e soluções tecnológicas de qualidade gera custos extremamente altos.

Como reduzir custos operacionais? Veja 5 dicas.

Mostraremos aqui como a TI gera redução de custos operacionais. Assim, você pode implementar essas ideias em sua empresa. Confira!

1. Adoção de tecnologias

Uma maneira de reduzir custos operacionais nas áreas de negócio é através da adoção de tecnologias mais eficientes e modernas (TI fazendo seu papel). Isso pode incluir a implementação de nuvem, o uso de ferramentas de colaboração em tempo real e a adoção de soluções de TI flexíveis e escaláveis. Também é importante treinar e capacitar as equipes de TI e das áreas de negócio para que elas estejam aptas a lidar com novas tecnologias e processos de trabalho, o que pode aumentar a eficiência e reduzir o tempo gasto em tarefas manuais.

Utilizar a tecnologia também a favor da TI como, por exemplo, as tecnologias low-code que vem para permitir que o usuário de negócio desenvolva soluções, liberando o desenvolvedor profissional para focar em tarefas mais estratégicas. Ou até mesmo para acelerar o desenvolvimento da TI, reduzindo a necessidade do uso de infinitas linhas de código.

Segundo a consultoria Gartner, até 2024 é esperado que 65% ou mais dos softwares sejam desenvolvidos a partir de plataformas low-code em todo o mundo. Com o surgimento do movimento low-code as empresas poderão usar seus melhores desenvolvedores para os trabalhos mais importantes. Inlusive, grandes portais como a McKinsey já citam o low-code como benefício para a TI.

2. Segurança da informação

Ponto indispensável. É fundamental manter a segurança da informação e evitar violações de dados, o que pode causar prejuízos financeiros significativos para a empresa. Para isso, é importante implementar medidas de segurança adequadas, como criptografia de dados e backups regulares, e treinar a equipe de TI para lidar com ameaças cibernéticas.

3. Envolver a TI no planejamento estratégico da empresa

É muito importante manter um diálogo constante com a equipe de TI e envolvê-los no processo de planejamento estratégico e de tomada de decisão. Isso pode ajudar a identificar áreas onde é possível investir, economizar recursos e otimizar processos. Além disso, é importante estar sempre atento às tendências e novas tecnologias no mercado de TI, e avaliar se elas podem ser úteis para a empresa e se o custo de adoção será compensado pelos benefícios obtidos.

4. Automatização de processos

Desde a primeira Revolução Industrial, uma ótima estratégia de otimização de processos empresariais é a automação. Implementando a tecnologia no dia a dia de uma empresa, o setor de TI garante uma evolução constante na qualidade do trabalho executado.

A automatização é a melhor forma de aumentar a qualidade e reduzir não só os custos, mas as falhas em processos. E aqui eu falo de qualquer processo: vendas, compras, qualidade, recursos humanos, serviço de atendimento ao cliente, suporte… Qualquer processo que faça parte de uma empresa.

A implementação de ferramentas e softwares no momento da venda, seja de qualquer produto ou serviço, acelera a negociação. Imagine se você possuísse, na palma da mão, um dispositivo móvel capaz de aprovar o crédito, executar a venda, assinar contrato, etc. O custo de aquisição do cliente diminui (pois diminui também os recursos utilizados) e você escala o negócio.

automatização de processos

5. Armazenamento de informações

Outro ponto importante na redução de custo é o armazenamento de informações, seja na nuvem ou internamente. Podendo ser otimizado para melhorar os processos. Fluxos de aprovação, contratos, bancos de dados etc. Todo o trabalho pode ser transferido para uma aplicação que facilita a gestão dessas informações.

A utilização de SaaS (Software como serviço) para o armazenamento online, além de reduzir custos operacionais, traz também uma economia direta sobre a gestão de ativos de TI. Sua empresa deixa de lado a necessidade de um servidor gigantesco internamente, pois conta com uma empresa especializada para armazenar e gerenciar esses dados. Sem falar no backup garantido e na segurança de que os dados não serão perdidos.

Entretanto, lidar com esses dados internamente também é uma opção. A simples transferência de documentos impressos para um sistema de gestão digital (ECM) facilita o acesso à informação dentro da empresa.

Possuindo mais acesso à informação sem sair do seu local de trabalho, quanto custo é eliminado na redução de tempo desperdiçado, deslocamento e armazenagem?

O resultado é um ganho significativo de tempo e de dinheiro. Não é à toa que a automação é uma tendência predominante em diversos setores empresariais.

Em resumo…

Reduzir custos operacionais com a ajuda da TI exige uma abordagem estratégica e a adoção de práticas eficientes de gerenciamento de recursos e processos. É importante envolver a equipe de TI no processo de tomada de decisão, manter-se atualizado sobre as tendências e tecnologias do mercado.

A atuação da TI como um evangelizador na redução de custo e melhoria de processos, reflete não só nos custos da empresa, mas também na vida das pessoas. Assim como nossa vida pessoal é fortemente impactada com o avanço da tecnologia (Netflix, Ifood, Waze, App de bancos, Uber, etc), a tecnologia no dia a dia do trabalho facilita com a mesma intensidade. Tudo se torna mais simples e mais eficaz.

Faça uma análise em sua empresa e veja como a tecnologia pode ajudá-lo a alcançar a redução de custos operacionais que você procura e melhorar a vida das pessoas que nela trabalham!

Infográfico de TI: ferramenta low-code para automatização de processos

Gostou do texto? Compartilhe nas suas redes sociais e comente aqui em caso de dúvidas.

Stories

Mais de Low Code

mulher apontando para o assunto do post: a diferença entre low-code e no-code

Low-code e No-code: quais são as principais diferenças e vantagens

Primeiramente, com o crescente desenvolvimento da tecnologia na atualidade, podemos perceber o surgimento de aplicações cada vez mais eficientes. Essas aplicações, além de tornar as atividades de TI mais enxutas, permitem que outras pessoas também utilizem dessas tecnologias. Um exemplo a citar disso são as plataformas Low-Code e No-Code. No entanto, apesar de serem conceitos bastante…

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Recentemente, aqui no blog, a Bruna escreveu um texto fantástico sobre quem utiliza low-code para criar softwares. Esse texto dela fala que todo mundo pode criar um software, que todo mundo é um criador! Então, baseado nisso, eu vim aqui para contar a minha experiência de como utilizar o low-code! Para mostrar que realmente, todo…

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Já sabemos que o BPM (Business Process Management – Gerenciamento de Processos de Negócios) é uma prática mundialmente adotada por organizações, de todos os tamanhos. E muitas ferramentas utilizam tecnologia para pôr isso em prática. Ou seja, utilizam ferramentas que permitem a modelagem dos processos de negócio da empresa. Dito isso, neste post vou compartilhar…

Porque Zeev é low-code

Por que Zeev é low-code?

Este texto é para explicar por que o Zeev é low-code. Vou contar para você isto e trazer também um exemplo de como ele funciona na prática! E como ele pode facilitar a sua rotina de trabalho e a da sua empresa.  O Low-code Sabemos que existem dois tipos de plataformas que vem ganhando cada…

Artigos Similares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Blockchain: o que é e como funciona essa tecnologia? 5 plataformas Low-Code que vão revolucionar sua empresa