Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos?

Recentemente, aqui no blog, a Bruna escreveu um texto fantástico sobre quem utiliza low-code para criar softwares. Esse texto dela fala que todo mundo pode criar um software, que todo mundo é um criador! Então, baseado nisso, eu vim aqui para contar a minha experiência, para mostrar que realmente, todo mundo pode se tornar um criador de softwares. Nesse texto eu vou falar como eu, que não sou de TI, criei soluções e automatize processos aqui na Zeev com uma ferramenta low-code.

O começo da trajetória…

Eu tenho uma formação acadêmica em Engenharia de Produção, com pós-graduação em logística e distribuição. Além disso, as minhas experiências profissionais eram praticamente todas na área de logística. Ou seja, nesse cenário tinha zero contato e zero experiência em desenvolvimento de softwares.

Foi então que eu cheguei aqui na Zeev a mais ou menos um ano. E foi aqui que eu conheci a possibilidade de criar as nossas próprias soluções. Mas você deve estar se perguntando, tá como assim? Acertei?

Pois bem, na Zeev eu conheci o Zeev! Que é a nossa plataforma low-code que possibilita que fluxogramas sejam transformados em aplicativos. Isso mesmo, o Zeev é um software low-code que transforma fluxogramas em workflows automatizados. 

E foi aqui que eu aprendi que, mesmo eu não sendo uma desenvolvedora de softwares e não tendo formação academia na área de TI, eu poderia criar as minhas próprias soluções. 

E então, como eu que não sou desenvolvedora criei minhas próprias soluções e pude automatizar os processos da minha empresa?

Vou dar um passo para trás e dizer que aqui na Zeev nós temos uma cultura muito forte de melhoria contínua. Por isso, sempre que enxergamos possibilidades de melhoria em processos, fazemos! Além disso, os nossos processos são todos automatizados. Com isso, ganhamos rapidez e as nossas rotinas se tornam mais eficientes. 

Agora, já pensou se todas as vezes que eu precisasse realizar uma melhoria ou automatizar um processo eu dependesse da área de TI? Eu entraria para o backlog deles, certo? E algumas coisas simples e rápidas de serem feitas levariam dias, talvez semanas. E aí a melhoria contínua iria para onde? Por água abaixo, não é mesmo?

Então, como utilizar o low-code?

Aí que entra o pulo do gato ou a cereja do bolo, caso prefiram. Nós não precisamos entrar na fila de TI, porque nós temos uma ferramenta low-code que nos possibilita desenvolvermos as nossas próprias soluções. Com esse cenário, temos inúmeras possibilidades de construirmos as nossas automatizações. Mas o mais importante é que temos autonomia para realizar isso tudo. 

Além disso, o low-code possibilita que isso seja feito de uma maneira rápida e, posso dizer que, intuitiva. É possível que a gente agregue valor ao nosso negócio, traga resultados para a empresa e ainda por cima, desafogamos a área de TI.

Principais desafios que eu encontrei:

Eu já tive a oportunidade de automatizar alguns processos e também de realizar melhorias em processos existentes. Posso dizer aqui com muita segurança que sempre foi tudo muito tranquilo. 

Uma vez que você conhece a ferramenta e tem clareza em qual processo você precisa automatizar, as coisas ficam mais fluidas. Eu diria que até se tornam intuitivas. 

Talvez, no começo, você encontre alguma dificuldade pontual, mas nada que te impeça de realizar a atividade ou que dependa de conhecimento técnico em programação. 

E quando o bichinho “te morde”?

Preciso confessar uma coisa! Transformar processos e automatizar fluxos de trabalho é um muito prazeroso. Você ter a possibilidade de colocar a mão na massa e ver os resultados acontecendo é demais.

Quando você é mordido pelo bichinho da automatização, você enxerga oportunidade em tudo! Sempre existe um processo para ser automatizado ou melhorado. E tendo em mãos uma ferramenta low-code as possibilidades só aumentam. 

Te convido a começar!

Se você leu esse texto e sentiu vontade de começar, não perca mais tempo! Eu posso garantir para você que usar uma ferramenta low-code não é nenhum bicho de sete cabeças. MESMO! 

É muito pelo contrário, as ferramentas low-code desmistificam a criação de soluções, pois não é necessário que a gente seja um super desenvolvedor para poder utilizá-las. 

É importante lembrar sempre que o low-code é um movimento tecnológico e social que facilita e acelera o desenvolvimento de aplicativos por pessoas que não são necessariamente da área técnica de TI. Então, todo mundo pode ser um criador de soluções! 

Até mais! 

Thyelli Kataguire

View posts by Thyelli Kataguire
Meu nome é Thyelli Kataguire. Sou Engenheira de Produção, formada pela UNISINOS, com pós-graduação em Logística e Distribuição pela Fundação Instituto de Administração - FIA. Atuo na Zeev como Especialista em Projetos Estratégicos e tenho sólidas experiências profissionais na área de logística, tanto no e-commerce quanto na indústria. Já passei por empresas como Dell, Braskem, Privalia e MCassab. Similar a logística, sou apaixonada por movimentação. Tudo o que é dinâmico me motiva. E quando se trata de transformação de processos? Motiva mais ainda!

One Comment

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.