gartner 2017

O que é e o que pode fazer um BPMS, segundo Gartner

Um minuto de trabalho para um robô é equivale a aproximadamente 15 minutos de trabalho de um ser humano. Assistentes digitais, atendimento via chats com robôs (chatbots), blockchain como nova tendência de segurança e confiança da informação, inteligência artificial que faz a máquina tomar decisões por você (ou te ajuda a tomar decisões). Tantas novas nomenclaturas, tanta tecnologia, cada vez mais interação entre o homem e a máquina.

Hoje em dia, essa interação (entre homem e máquina) deixou de ser tendência e passa a ser uma estratégia para inovar com velocidade e com pouco custo na utilização de diferentes tecnologias e serviços que estão disponíveis na web. Para utilizá-los você precisa aderir à nuvem (Cloud).

Por trás de toda essa inteligência existem bilhões de informações que nascem por meio de textos, números, voz, vídeo, imagem… são as famosas informações não estruturadas (80 a 90% das informações geradas na web são do tipo não estruturada). Se são informações não estruturadas, como, então, elas se relacionam e geram resultados?

Business Process Management System – É uma das opções de ferramenta por trás de toda essa nova tecnologia. A famosa automatização de processos.



Um BPMS pode fazer a orquestração dessa teia de informações, gerando sincronização, integração, produtividade e resultados para o seu negócio. Trata-se de um BPMS avançado que deixa de apenas gerenciar suas tarefas e passa a executá-las. Aprendendo com você, com a sua rotina.

De acordo com o relatório do Gartner (empresa americana criada por Gideon Gartner, em 1979, que possui credibilidade nas informações contidas nos relatórios sobre BPMS que lança no mercado), saiba o que é e o que pode fazer um BPMS:

Stories

Mais de Low Code

mulher apontando para o assunto do post: a diferença entre low-code e no-code

Low-code e No-code: quais são as principais diferenças e vantagens

Primeiramente, com o crescente desenvolvimento da tecnologia na atualidade, podemos perceber o surgimento de aplicações cada vez mais eficientes. Essas aplicações, além de tornar as atividades de TI mais enxutas, permitem que outras pessoas também utilizem dessas tecnologias. Um exemplo a citar disso são as plataformas Low-Code e No-Code. No entanto, apesar de serem conceitos bastante…

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos de processos?

Recentemente, aqui no blog, a Bruna escreveu um texto fantástico sobre quem utiliza low-code para criar softwares. Esse texto dela fala que todo mundo pode criar um software, que todo mundo é um criador! Então, baseado nisso, eu vim aqui para contar a minha experiência de como utilizar o low-code! Para mostrar que realmente, todo…

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Ferramenta BPM: 6 ferramentas para gestão de processos

Já sabemos que o BPM (Business Process Management – Gerenciamento de Processos de Negócios) é uma prática mundialmente adotada por organizações, de todos os tamanhos. E muitas ferramentas utilizam tecnologia para pôr isso em prática. Ou seja, utilizam ferramentas que permitem a modelagem dos processos de negócio da empresa. Dito isso, neste post vou compartilhar…

Porque Zeev é low-code

Por que Zeev é low-code?

Este texto é para explicar por que o Zeev é low-code. Vou contar para você isto e trazer também um exemplo de como ele funciona na prática! E como ele pode facilitar a sua rotina de trabalho e a da sua empresa.  O Low-code Sabemos que existem dois tipos de plataformas que vem ganhando cada…

Artigos Similares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Blockchain: o que é e como funciona essa tecnologia? 5 plataformas Low-Code que vão revolucionar sua empresa