Por que Zeev é low-code?

Este texto é para explicar por que o Zeev é low-code. Vou contar para você isto e trazer também um exemplo de como ele funciona na prática! E como ele pode facilitar a sua rotina de trabalho e a da sua empresa. 



O Low-code

Sabemos que existem dois tipos de plataformas que vem ganhando cada vez mais espaço nas empresas e nas rotinas das pessoas. São elas: no-code (que pode ser chamada de “sem código”) e o low-code (“pouco código”).

E, já faz algum tempo que viemos falando sobre este assunto aqui no blog! Então, caso você ainda não esteja por dentro deste tema, te convido a ler o guia completo sobre low-code que a Bruna escreveu. Tenho certeza de que você irá ampliar os seus horizontes e entender todos os benefícios que ele pode trazer.

O Zeev

Você já deve ter ouvido falar do Zeev. Mas, caso ainda não conheça vou contar um pouquinho mais sobre ele. Vamos lá?

O Zeev é um software de processos low-code que permite que você automatize seus fluxos de trabalho e os transforme em aplicativos de processos, tudo isso sem precisar ter conhecimento técnico na área de TI. 

Low-code e o citizen developer

Acredito que você já deve ter ouvido falar em citizen developer, ou desenvolvedor cidadão, acertei? Citizen developers somos nós (sim, eu me incluo nesse grupo), que não temos conhecimento técnico na área de TI. Mas que podemos desenvolver soluções e criarmos aplicativos de processos com a ajuda do low-code.

Tenho quatro sugestões de textos aqui do blog sobre esse assunto, que acredito que você irá gostar:

Low-code e o professional developer

Os professional developers, ou desenvolvedores profissionais são aquelas pessoas que têm conhecimento técnico especializado em desenvolvimento de softwares e áreas de TI. Agora você deve estar se perguntando como o low-code pode ser bom para eles, não é mesmo?

Bom, em primeiro lugar é importante ressaltar que o low-code não irá tirar o emprego de ninguém da TI da sua empresa. Ele veio para agregar! Sim, isso mesmo, para agregar. Pois ele permite que as soluções sejam desenvolvidas de forma mais rápida e faz com que os profissionais possam se dedicar aquelas demandas cruciais da empresa. Aquelas que exigem conhecimento técnico de alto nível para serem desempenhadas.

Vou deixar três sugestões de textos sobre o tema:

Por que Zeev é low-code?

O Zeev é low-code porque ele permite que você crie os seus aplicativos de processo sem precisar de conhecimento técnico em programação de códigos! Mas como é possível fazer isso? 

Bem, veja só: o modelador de aplicativos possibilita que você arraste os ícones para montar o seu processo, como em um jogo de lego. Onde as peças são encaixadas de acordo com a sua necessidade. 

Modelador de aplicativos Zeev

Além disso, você tem autonomia para desenvolver seus aplicativos de processo de acordo com as necessidades do seu negócio. O que isso quer dizer? Que ele permite que você automatize seus fluxos de trabalho, fazendo com que as rotinas sejam mais fluídas e tenham maior velocidade e organização.

Processo mapeado no Zeev

Desta forma que o citizen developer pode desenvolver as suas soluções e criar aplicativos com a ajuda do low-code! E também, é a partir disto que o professional developer pode desenvolver seus aplicativos até 10x mais rápido, fazendo com que o seu backlog diminua.
Ambos podem trabalhar em conjunto com o Zeev! 

Exemplo na prática

Agora, eu quero mostrar na prática tudo o que falei para vocês sobre o porquê o Zeev é low-code. Vou deixar aqui um super exemplo que a Kymberli gravou para gente de como criar um aplicativo de processo de reembolso no Zeev. 

No vídeo, a Kym desenha um fluxo de processos e vai colocando responsabilidades dentro de cada tarefa. Isso faz com que o sistema entenda qual a “rota” que as tarefas devem seguir sempre que o processo for iniciado. O legal de tudo isso é que qualquer pessoa pode criar esse aplicativo de processo. Pois, a Kym não usou códigos para a criação dele. Ela fez tudo usando a interface gráfica do sistema.

Este exemplo é composto por três partes. A primeira delas é o desenho do processo no modelador do Zeev:

A segunda etapa do exemplo é a criação do formulário eletrônico que será atrelado ao aplicativo, que também é realizando no Zeev:

E a terceira etapa do exemplo é o passo final de como criar um aplicativo de processo dentro do Zeev:

Zeev para citizen developer

Agora que você já viu o exemplo que a Kym mostrou, deixa eu explicar um pouco melhor sobre a diferença do Zeev para citizen developer e para o professional developer.

O Zeev para projetos no-code permite que os citizens developers desenvolvam os seus aplicativos de processos na forma de workflows automatizados sem nenhum tipo de codificação. Esses aplicativos podem ser construídos usando os recursos nativos de modelar e automatizar fluxogramas da própria ferramenta. E não envolvem nenhum tipo de código, somente a lógica de construção de processos.

Isso tem beneficiado muitas equipes, startups e pequenas e médias empresas!

Zeev para professional developer

Já o Zeev para projetos low-code possibilita que os professional developers implementem e codifiquem as necessidades mais avançadas que a empresa possa ter. Geralmente ligadas à integrações entre sistemas e customizações de formulários. Fazendo o uso das APIs de customização e integração.

Isso tem beneficiado times e grandes organizações a desenvolverem seus aplicativos de processos com customizações e integrações, de acordo com a necessidade de casa empresa.

Quer conhecer mais?

Se você ficou interessado em conhecer mais sobre o Zeev e sobre tudo que o low-code pode trazer para a sua rotina e a da sua empresa, convido você a clicar neste banner: conheça o Zeev. Tenho certeza de que você vai gostar. E ainda por cima, vai ter inúmeros benefícios para o seu dia a dia.

conheça a Zeev

Espero que tenham gostado, até mais!

Artigos Similares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.